Minutas da segunda reunião REBRAC (novembro de 2016)

Resumo do Business Meeting da REBRAC, Town Square Café, Belfast, 12 de novembro de 2016

Presença online: falamos do novo cadastro e mailing list REBRAC e como vão funcionar (veja aqui: https://rebracweb.wordpress.com/cadastro-membership/). Também falamos da possibilidade de incluir na página REBRAC uma seção para “work-in-progress”: resumos expandidos (de um dado número de caráteres e incluindo bibliografia) das apresentações da conferência (e da anterior). Além disso, estamos discutindo a possibilidade de uma publicação com seleta de apresentações dos dois primeiros congressos. Voltaremos com mais detalhes.

Próximos eventos: sugerimos organizar painéis em conferências maiores (por exemplo, ABIL (Associação de Lusitanistas da Grã-Bretanha e Irlanda) – setembro de 2017 em Sheffield, Inglaterra). A conferência anual da AHGBI (Associação dos Hispanistas da GB e Irlanda) de 2018 terá lugar em Leeds, Inglaterra (mês de abril) e Stephanie sugeriu a possibilidade de uma “pre-conferência” REBRAC organizada em conjunto. Lembramos que Antônio Márcio da Silva (Kent), presente na reunião, é o representante de assuntos luso-brasileiros da AHGBI.

Tivemos várias ofertas de organizar a terceira conferência REBRAC. Ficou decidido que os interessados em organizar enviarão uma proposta para REBRAC até janeiro de 2017, indicando possíveis fontes de financiamento e confirmando apoio institucional.

Falamos da importância de dividir tarefas ligadas ao funcionamento do dia-a-dia da REBRAC, para que consigamos manter o ritmo e a dinâmica do grupo (e o alto astral!). Antônio Márcio da Silva se ofereceu para ajudar com a presença online. Aceitamos outras ofertas de ajuda!

Stephanie comentou que, dada a qualidade de TODAS as comunicações, e dado o momento crítico pelo qual o Brasil e os estudos culturais passam, seria uma pena não ter um resumo detalhado da pesquisa revelada pela conferência (podemos publicar os papers sim, mas isso sempre demora). Se nenhuma alma boa se oferecer para escrever tal resumo, Stephanie vai tentar achar algum tempo para o fazer.

E finalmente falamos da importância de reconhecer REBRAC na nossa pesquisa/publicações, de tornar mais visível nossa rede. E temos um ótimo exemplo disso já: agradecemos a Daniel pela menção da conferência e da REBRAC no seu artigo na Carta Capital! http://www.cartacapital.com.br/blogs/o-brasil-no-mundo/o-brasil-visto-do-exterior

Stephanie Dennison, por REBRAC

Advertisements